Terça, 25 de Junho de 2024
21°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Agrotins volta a realizar prova de três tambores e movimenta competidores de vários estados

Competição com premiação em dinheiro pode chegar a R$ 2,4 mil

19/05/2023 às 11h00 Atualizada em 19/05/2023 às 14h35
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
A arena vai receber amazonas e cavaleiros de vários estados do Brasil como Bahia, Goiás, Maranhão e Pará/Foto: Frederick Borges/Secom Tocantins
A arena vai receber amazonas e cavaleiros de vários estados do Brasil como Bahia, Goiás, Maranhão e Pará/Foto: Frederick Borges/Secom Tocantins

Tudo preparado para a realização da prova Géssyca Moraes de três tambores, que vai até este sábado, 20, como parte da programação da 23ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins). Até o momento, mais de 60 competidores estão inscritos na prova.

A arena vai receber amazonas e cavaleiros de vários estados do Brasil como Bahia, Goiás, Maranhão e Pará. Todos os preparativos já foram finalizados e o espaço promete movimentar a Feira nos três dias de competição, contando com mais 60 competidores, distribuídos em 12 categorias. Os vencedores vão receber premiação em dinheiro que varia entre R$ 900 e R$ 2,4 mil.

Para a gerente de Pecuária da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro), Mara Luce, voltar a realizar a prova de tambor na Agrotins não deixa de ser uma oportunidade de reforçar a proposta da feira, já que a competição envolve toda a comunidade agro. “O Governo do Tocantins, por meio da Seagro [Secretaria de  Estado da Agricultura e Pecuária], buscou trazer esse universo dos equinos para a feira, pois é uma cadeia que precisa ser trabalhada e que envolve famílias e produtores, estimulando o espírito esportivo. A comunidade espera por essa prova aqui na Agrotins e estamos com excelentes expectativas”, afirmou Mara.

Continua após a publicidade

A prova realizada na Agrotins 2023 é promovida pela amazona tocantinense Géssyca Moraes, uma das maiores referências da equitação no Tocantins e no Brasil. Natural de Paraíso do Tocantins, Géssyca dedica 18 anos em competições no esporte equestre, marcando o seu nome e do Estado em competições pelo Brasil, possuindo importantes títulos como campeã mundial nos Estados Unidos, em 2013, e campeã mundial na China, em 2014. Na Agrotins 2023, ela também entra na arena para competir e espera não só mostrar o seu melhor, mas movimentar o esporte na maior feira agropecuária da região Norte do Brasil.

“É uma adrenalina muito diferente, pois dessa vez é na Agrotins, que movimenta toda uma cadeia produtiva, dá aquele nervosismo e empolgação, ao ponto de sentir que é a primeira vez que estou competindo. Sei que esse evento é importante para todo o cenário e muitas pessoas de fora virão participar aqui na Feira com a gente”, comentou Géssyca.

A Maria Gabriela Santos tem apenas 15 anos, mas já coleciona experiências em competição e está inscrita para participar da prova dos três tambores. O último feito de destaque foi a prova do tambor, também da Géssyca Moraes, em Porto Nacional, onde ela percorreu os três tambores em 19 segundos. Para a competição na Agrotins 2023, a adolescente e o seu cavalo Sucesso pretendem superar a marca das competições anteriores. “Já competi em outras cidades, sei que aqui vai ter um nível bom de competidores, mas eu e o meu cavalo Sucesso pretendemos ganhar e fazer a nossa participação tal qual o nome dele”, brincou Maria Gabriela, que também já competiu a prova de tambor na cidade de Gurupi.

Continua após a publicidade

Prova dos Três Tambores

A prova de tambor é uma competição equestre em que cavaleiros e amazonas devem percorrer um trajeto delimitado, contornando tambores em formato de barris. O desafio consiste em completar o percurso no menor tempo possível, seguindo uma sequência de três tambores, sendo necessária uma excelente comunicação entre o competidor e o cavalo, destacando a importância do treinamento e da coordenação entre ambos.

Velocidade e a agilidade são elementos importantes, mas também é necessário manter o controle para evitar penalidades, como derrubar um tambor, desviar do percurso ou ultrapassar o tempo determinado. Essa competição é emocionante de assistir, pois os cavaleiros e seus cavalos se movem rapidamente, executando curvas fechadas e acelerando nas retas. É uma prova que exige habilidade, treinamento e coordenação entre humano e animal.

 Guilherme Lima/Secom do Tocantins

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Palmas, TO
25°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 35°

25° Sensação
1.55km/h Vento
44% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h30 Nascer do sol
06h01 Pôr do sol
Qua 38° 22°
Qui 38° 22°
Sex 35° 25°
Sáb 36° 25°
Dom ° °
Atualizado às 22h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,39 -0,01%
Euro
R$ 5,79 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,57%
Bitcoin
R$ 350,514,58 +2,68%
Ibovespa
122,636,96 pts 1.07%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias