Segunda, 15 de Julho de 2024
19°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Damares Alves prevê fortalecimento da direita em 2026

Senadora destaca a força da direita nas próximas eleições, enquanto outros políticos discutem a fragmentação do campo conservador

03/07/2024 às 10h00
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Senadora Damares Alves durante entrevista onde comentou suas previsões para as eleições de 2026 l .Ed Alves/CB/DA.Press
Senadora Damares Alves durante entrevista onde comentou suas previsões para as eleições de 2026 l .Ed Alves/CB/DA.Press

A avaliação da senadora Damares Alves (Republicanos-DF), que declarou ao CB.Poder na segunda-feira que a direita está se fortalecendo para as eleições de 2026 tanto no Distrito Federal quanto no âmbito nacional, gerou controvérsias entre os políticos. Para o senador Izalci Lucas (PL-DF), essa visão tem fundamentos sólidos e há boas chances de se tornar realidade.

No entanto, a senadora Leila Barros (PDT-DF) acredita que Damares simplifica a disputa ao focar exclusivamente em aspectos ideológicos. Rodrigo Rollemberg, ex-governador e atual secretário de Economia Verde no Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), opina que a direita está fragmentada, pelo menos na corrida pelo governo do Distrito Federal.

Izalci Lucas apoia a visão de Damares, argumentando que a direita possui uma base crescente e pode conquistar mais apoio até 2026. Leila Barros, por outro lado, critica a simplificação do cenário político, afirmando que questões ideológicas não são o único fator em jogo e que a diversidade de temas será crucial na próxima eleição. Rollemberg, com sua experiência política, sugere que a direita enfrenta divisões internas significativas, o que pode enfraquecer suas chances na disputa pelo Palácio do Buriti.

Continua após a publicidade

A declaração de Damares, portanto, destaca a diversidade de opiniões entre os políticos sobre o futuro da direita nas próximas eleições. Enquanto alguns veem um fortalecimento iminente, outros apontam para uma complexidade maior no cenário eleitoral, indicando que a dinâmica política pode mudar substancialmente até 2026.

Izalci Lucas considera a análise de Damares bastante coerente, afirmando que tanto Michelle Bolsonaro, ex-primeira-dama, quanto Celina Leão, vice-governadora, têm potencial para serem candidatas a vice-presidentes, ou até mesmo, no caso de Michelle, à presidência. Ele acredita que o próximo presidente do Brasil e o próximo governador do Distrito Federal serão figuras da direita, destacando que o atual presidente Lula não formou uma liderança sucessora, ao contrário de Jair Bolsonaro, que deixou vários líderes de direita.

Por outro lado, a senadora Leila Barros discorda da perspectiva de Damares, argumentando que simplificar a disputa de 2026 a um confronto ideológico é um erro. Leila reconhece as motivações de Damares para reduzir o processo político do Distrito Federal a uma questão ideológica, mas enfatiza que governar exige uma visão mais abrangente. Ela salienta que a ausência de projetos concretos impacta tanto trabalhadores de esquerda quanto de direita, e que a governança deve ir além das disputas ideológicas presentes no Parlamento.

Continua após a publicidade

Racha

Na visão de Rollemberg, o desejo de Damares concorrer ao GDF pode minar as candidaturas da direita. "Vai rachá-los. Tenho convicção de que se nós, do campo progressista, conseguirmos criar uma unidade em torno de Brasília, teremos um projeto vitorioso em 2026. Eles estão divididos pela ambição e não haverá espaço para todos. Tenho a convicção de que o (governador) Ibaneis (Rocha) lançou a Celina antecipadamente para queimá-la. Tenho a convicção de que a (deputada) Bia Kicis (PL-DF) e a Michelle (Bolsonaro) têm a ambição de disputar o Senado", previu.

Na entrevista ao CB.Poder, Damares previu a retomada do poder pela direita, em 2026. A senadora tem dúvida até mesmo se a esquerda conta com algum nome para suceder Luiz Inácio Lula da Silva, caso o presidente desista da reeleição.

"O DF será conservador em 2026. Temos Celina, temos Michelle, que pode ser governadora também. Temos Izalci, temos (a deputada distrital) Paula Belmonte, que já ouvi falar e está sinalizando nesse sentido. Bons candidatos estão aparecendo. Tem Damares também. Difícil vai ser fechar em torno de um nome", afirmou.

Da redação Ponto Notícias l Ed Alves/CB/DA.Press)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Política Nacional
Sobre o blog/coluna
Brasília: marco da política nacional, situada no Planalto Central do Brasil.
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

28° Sensação
4.63km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 35° 22°
Qui 36° 21°
Sex 37° 22°
Sáb 37° 22°
Atualizado às 12h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,38%
Euro
R$ 5,94 +0,25%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,16%
Bitcoin
R$ 366,853,74 +10,25%
Ibovespa
129,221,77 pts 0.25%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias