Segunda, 15 de Julho de 2024
19°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Congresso Nacional de Milho e Sorgo debate fertilidade do solo e adubação

Evento na região do Matopiba aborda inovações e práticas para alta produtividade do milho

07/07/2024 às 08h00 Atualizada em 07/07/2024 às 09h08
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Evento na região do Matopiba aborda inovações e práticas para alta produtividade do milho
Evento na região do Matopiba aborda inovações e práticas para alta produtividade do milho

O congresso é um espaço fundamental para a troca de conhecimentos técnicos e científicos. Este evento, realizado na região do Matopiba, que engloba Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, é especialmente importante devido à falta de informações detalhadas e orientações específicas para as particularidades locais. Segundo Álvaro, o congresso permite que os habitantes da região reflitam sobre como podem melhorar suas práticas agrícolas, sempre visando otimizar os retornos econômicos.

Álvaro explica que os pesquisadores têm a missão de desenvolver soluções tecnológicas e compartilhar seu conhecimento para promover práticas que aumentem a eficiência no uso de nutrientes. Um melhor aproveitamento dos fertilizantes não só aumenta a margem de lucro, como também evita desperdícios. Em contraste, o uso inadequado desses insumos pode desequilibrar o ambiente de produção, causar poluição e até mesmo prejuízos, com a perda de nutrientes que podem contaminar cursos d'água, por exemplo.

Outro ponto de destaque é a necessidade de reduzir as emissões de carbono no sistema de produção. Álvaro destaca que a pegada de carbono, especialmente a associada à adubação nitrogenada, tem um grande impacto na sustentabilidade do cultivo de milho. Ele menciona que a eficiência produtiva só pode ser trabalhada após estabelecer uma base sólida de fertilidade do solo. Sua apresentação no mini-simpósio se concentra no manejo da adubação para alcançar alta produtividade de milho. Outros palestrantes abordarão o manejo de micronutrientes em milho de baixa altitude e os desafios do cultivo de milho em solos arenosos.

Continua após a publicidade

Álvaro começará sua palestra enfatizando a importância de preparar adequadamente o perfil do solo, garantindo que as plantas tenham condições ideais para crescer e absorver os nutrientes aplicados durante a adubação em cada ciclo de cultivo.

Ele destacará a necessidade de corrigir a acidez do solo através de práticas como a calagem e a gessagem, que são fundamentais para criar um ambiente propício ao desenvolvimento das raízes. As raízes são responsáveis por absorver nutrientes e água, elementos essenciais para alcançar altos níveis de produtividade.

Ele seguirá abordando as especificidades do milho em relação à absorção de nutrientes. As cultivares modernas de milho são bastante exigentes em termos de nutrição e os nutrientes são absorvidos de forma diferenciada ao longo do ciclo de crescimento.

Continua após a publicidade

Álvaro explicará que as cultivares modernas precisam ser bem nutridas desde o início do ciclo para atingir seu potencial máximo de rendimento. A adubação deve ser feita sem atrasos, pois a maior parte da absorção de nutrientes ocorre antes do pendoamento, ou seja, antes do florescimento. Compreender essa dinâmica é crucial para definir as estratégias de aplicação dos nutrientes, tanto na adubação de base quanto na de cobertura.

No próximo tópico, Álvaro discutirá as taxas de extração e exportação de nutrientes na cultura do milho. Esses indicadores são essenciais para dimensionar corretamente a necessidade de adubação. Em seguida, ele falará sobre a adubação de manutenção, que envolve a indicação das quantidades adequadas para alcançar alta produtividade. As épocas ideais para distribuir os fertilizantes e a forma de fazer essa distribuição, assim como a eficiência das diferentes fontes de nutrientes para minimizar perdas, serão outros pontos abordados na palestra.

Álvaro finalizará destacando a importância de ajustar as recomendações gerais às particularidades dos sistemas de produção locais, levando em consideração a sequência de culturas, as características do solo e as condições climáticas específicas de cada área de cultivo. Ele ressalta que ainda não existem recomendações detalhadas para todas as combinações possíveis de culturas que precedem e sucedem o milho, tipos de solo e padrões climáticos, o que torna esses ajustes essenciais.

O mini-simpósio "Fertilidade do solo e adubação do milho" ocorrerá no dia 9 de setembro, das 15h30 às 17h. A programação inclui três palestras: Álvaro abordará "Manejo da adubação na cultura do milho em sistemas de alta produtividade"; Rafael Nunes, da Grower Consultoria Agronômica, tratará de "Manejo de micronutrientes para milho safrinha em áreas baixas de altitude"; e Otávio Augusto Melo de Queiroz, da Evoterra Consultoria Agronômica, falará sobre "Desafios do manejo da fertilidade dos solos arenosos: soluções sustentáveis e perspectivas futuras".

A 34ª edição do Congresso Nacional de Milho e Sorgo acontecerá de 9 a 12 de setembro na capital do Tocantins, promovida pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo (ABMS) e organizada pela Embrapa, com a participação da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO) e da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas–MG). O evento é patrocinado por empresas privadas como Basf, Bioma, Advanta, KWS, Sipcam Nichino, Crop Life Brasil e GDM.

Programação, forma de inscrição e outras informações: CLIQUE AQUI .

Local do evento: Centro de Convenções Arnaud Rodrigues, Palmas-TO / Parque do Povo – Área Verde 406 Sul, Av. NS 10, s/n – Plano Diretor Sul, Palmas – TO

Fonte: Congresso no Tocantins vai abordar manejo de fertilidade do solo para milho – Portal Embrapa

Da redação Ponto Notícias

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Palmas - TO
Sobre o município
Palmas, foi escolhido em homenagem a Comarca de São João da Palma (atual Paranã), sede do primeiro movimento separatista da região, instalada em 1809 na barra do Rio Palma com o Rio Paranã.
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

28° Sensação
4.63km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 35° 22°
Qui 36° 21°
Sex 37° 22°
Sáb 37° 22°
Atualizado às 12h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,38%
Euro
R$ 5,94 +0,25%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,16%
Bitcoin
R$ 366,853,74 +10,25%
Ibovespa
129,221,77 pts 0.25%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias