Segunda, 15 de Julho de 2024
19°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Dicas essenciais para garantir a segurança das crianças durante as férias de inverno

Enfermeira Cristina Gomes Ribeiro lista oito medidas práticas para prevenir acidentes domésticos e proporcionar um ambiente seguro para os pequenos.

08/07/2024 às 23h00
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Crianças brincando sob supervisão, seguindo as dicas de segurança doméstica.
Crianças brincando sob supervisão, seguindo as dicas de segurança doméstica.

Chegou o mês de julho e com ele as férias de inverno, quem convive com  crianças sabe que esse momento requer tempo, atenção e supervisão. Para ajudar as famílias a se terem uma temporada segura, a enfermeira  e empresária Cristina Gomes Ribeiro, franqueada há 12 anos da Padrão Enfermagem listou oito dicas para prevenir acidentes domésticos, são eles:

Engasgos: atenção aos pequenos brinquedos ou pecinhas que se soltaram. Crianças têm o hábito de levar tudo à boca, o que aumenta as chances de engolir objetos que podem ir parar no pulmão e assim obstruir a passagem de ar ocasionando uma parada respiratória.

Quedas: residências sem rede de proteção ou com estantes com adornos chamativos nos locais mais altos, cobiçam o interesse das crianças em escalarem. O cuidado vale com os tapetes também. Esses lindos enfeites podem ocasionar graves quedas com fraturas em pernas e braços muito sérios. Por isso, vale a pena repensar sua permanência em casa.  Objetos deixados no chão são um outro vilão que podem causar acidentes graves.

Continua após a publicidade

Choque elétrico: atentar-se para os protetores de tomada, afinal, os aprendizes de investigadores estão sempre de plantão para descobrir o que há dentro de cada buraquinho. Evite carregadores de celular conectados à rede sem serem utilizados.

Queimadura: cabos de panelas virados para fora do fogão, panelas aquecendo líquidos nas trempes externas estimulam os pequenos a pesquisarem o que tem dentro.

Afogamento: quando pensamos nesse perigo associamos a piscinas e rios. Claro que crianças ou idosos nesses locais demandam atenção redobrada dos pais ou responsáveis. Mas afogamentos em hidromassagem e banheiras pequenas também podem acontecer, e para isso, só precisamos nos distrair alguns minutos. Por isso, supervisão sempre.

Continua após a publicidade

Incêndio: o fogo pode vir de uma vela acesa utilizada para iluminar o ambiente mediante a falta de luz ou devido a uma panela deixada ligada no fogão. Por isso, certificar-se que não há nada acesso quando estamos distantes pode salvar vidas. 

Armazenamento de produtos: Podemos considerar produtos perigosos em uma residência, para crianças, medicamentos, venenos e itens de limpeza. Todos esses devem ser acondicionados em locais fechados. Não se deve utilizar frascos ou potes de refrigerantes, sucos, iogurtes ou qualquer tipo de alimento para armazenar produtos potencialmente perigosos. Crianças podem ingeri-los, achando que no frasco contém o líquido ao qual se apresenta na embalagem

Supervisão: a criança tem curiosidade e não tem noção dos perigos, então é essencial a supervisão constante. Caso não conte com uma rede de apoio, a contratação de um cuidador infantil irá desenvolver um papel importante. “Sabemos que encontrar um profissional qualificado é um desafio, mas empresas especializadas como a Padrão Enfermagem fazem essa intermediação, e você poderá contar com um profissional capacitado, que poderá intervir com primeiro socorros, caso seja necessário”, indica a especialista.

A enfermeira ressalta, que criança em casa requer atenção dobrada, e adotar precauções podem garantir que as férias sejam uma experiência positiva. Uma dica bônus é a participação dos pequenos em tarefas. “Criança na cozinha é alegria na certa! Momentos de interação, de conhecer e experimentar novos sabores e de aumentar o vínculo afetivo em família. Mas cuidado, dê ao seu filho liberdade com responsabilidade. Ninguém aprenderá a manipular uma faca ou a mexer com utensílios quentes se nunca fizer. Avalie, de acordo com a idade e maturidade da criança, o que ela dará conta de fazer”, enfatiza Ribeiro.

A profissional alerta sobre a importância de um conhecimento básico em primeiros socorros, mas caso não esteja apto, é importante acionar o profissional de emergência. “As ações de primeiros socorros vão depender dos motivos que causaram o acidente. Caso não saiba o que, entre em contato com o serviço de urgência da sua cidade. A equipe médica do SAMU, pelo 192, irá te orientar como proceder”, finaliza.

Da redação Ponto Notícias

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ponto Norte
Sobre o blog/coluna
Ponto Norte é uma referência estabelecidos para as orientações das informações de noticias de onde ela aconteceu de norte a sul, leste e oeste do Brasil.
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

28° Sensação
4.63km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 35° 22°
Qui 36° 21°
Sex 37° 22°
Sáb 37° 22°
Atualizado às 12h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,44 +0,22%
Euro
R$ 5,93 +0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,02%
Bitcoin
R$ 366,619,99 +10,36%
Ibovespa
129,365,84 pts 0.36%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias