Segunda, 15 de Julho de 2024
19°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Ministério da Fazenda descarta cobrança de mensalidades em universidades federais

Governo nega planos de cobrar alunos de alta renda e mudanças no Fundeb após especulações

09/07/2024 às 11h00
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Estudantes em universidade federal, que continuarão a ter acesso gratuito ao ensino superior.
Estudantes em universidade federal, que continuarão a ter acesso gratuito ao ensino superior.

O Ministério da Fazenda afirmou nesta segunda-feira (8) que não há planos de cobrar mensalidades de estudantes de alta renda em universidades federais. Essa declaração veio após uma reportagem da Folha de São Paulo, publicada no sábado (6), sugerir que o governo estaria considerando essa medida como parte de ajustes econômicos na área da Educação.

Em um comunicado oficial, o ministério também descartou qualquer intenção de alterar as normas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

O comunicado enfatizou que tais medidas nunca foram consideradas pelo ministério e destacou que a pasta não foi consultada pelo jornal antes da publicação da matéria, o que impediu uma resposta oficial antecipada.

Continua após a publicidade

De acordo com a reportagem, aproximadamente 1,3 milhão de estudantes em universidades federais seriam afetados pela mudança. Em relação ao Fundeb, o jornal mencionou que o governo estaria considerando diminuir de 70% para 60% a parte do fundo destinada ao pagamento dos profissionais da educação básica em exercício.

A discussão sobre a possibilidade de cobrança de mensalidades em universidades públicas no Brasil vem ocorrendo na Câmara dos Deputados, por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 206/19, que trata especificamente desse tema no ensino superior público.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) 206/19 está aguardando votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O relator da PEC, deputado Kim Kataguiri (União-SP), apresentou um parecer favorável à admissibilidade da proposta em agosto do ano passado. Desde então, o texto está pendente de votação pelo colegiado.

Continua após a publicidade

Apresentada em 2019 pelo deputado federal General Peternelli (União-SP), a PEC 206 estabelece que as universidades públicas deverão cobrar mensalidades dos estudantes, mantendo a gratuidade apenas para aqueles que comprovarem carência financeira. Os critérios para essa comprovação serão definidos por uma comissão de avaliação interna de cada universidade, com base em valores mínimo e máximo estabelecidos pelo Ministério da Educação. Os recursos arrecadados deverão ser utilizados para o custeio das próprias instituições.

Críticos da PEC argumentam que a medida pode resultar em uma redução do investimento público nas universidades federais, além de apontar a ausência de critérios claros para determinar quais estudantes seriam alvo da cobrança.

Da redação Ponto Notícias

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Governo
Sobre o blog/coluna
É o canal digital de conteúdo de noticias do governo federal sobre a relação das ações do estado e o deve focada nas necessidades da população brasileira e do usuário no serviço público.
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

28° Sensação
4.63km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 35° 22°
Qui 36° 21°
Sex 37° 22°
Sáb 37° 22°
Atualizado às 12h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,41%
Euro
R$ 5,94 +0,17%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,19%
Bitcoin
R$ 366,286,82 +10,04%
Ibovespa
129,297,45 pts 0.31%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias