Segunda, 15 de Julho de 2024
19°C 35°C
Palmas, TO
Publicidade

Filipe Martins: Prisão e Localização Contraditória

Detalhes sobre a captura e localização do ex-assessor preso

10/07/2024 às 21h00
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Conheça os detalhes da prisão e localização de Filipe Martins. Uma história que levanta questionamentos sobre investigações em curso.
Conheça os detalhes da prisão e localização de Filipe Martins. Uma história que levanta questionamentos sobre investigações em curso.

Os registros de geolocalização do telefone celular de Filipe Martins, ex-assessor de Jair Bolsonaro, indicam que o dispositivo esteve ativo no Brasil em 31 de dezembro de 2022, um dia após uma suposta viagem com o ex-presidente para Orlando, na Flórida (EUA). De acordo com informações da Polícia Federal (PF), a presença no exterior poderia sugerir uma possível tentativa de evitar responsabilidades legais.

A operadora Tim encaminhou ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes os registros de sinais do celular de Martins, mostrando que o dispositivo permaneceu no Brasil na data mencionada e indicou uma viagem do ex-assessor para Curitiba (PR).

Em uma petição apresentada ao ministro Moraes, Filipe Martins autorizou a quebra de seu sigilo telemático para confirmar sua presença no Brasil, contestando o posicionamento da Polícia Federal. Os registros de geolocalização do celular de Martins em 31 de dezembro de 2022 mostram o seguinte: às 16h56m17s, o dispositivo estava localizado no Park Way, região administrativa de Brasília, a cerca de 10 km do aeroporto da capital federal. Às 19h56m44s, o celular foi localizado em Jardim Alvorada, bairro de Maringá (PR).

Continua após a publicidade

Os horários de geolocalização do celular coincidem com os horários do voo para Curitiba, realizado pelo ex-assessor segundo seus advogados, confirmado pela Latam.

Em 26 de junho, o ministro Alexandre de Moraes solicitou às empresas Uber, iFood, BMG, Nubank e Tim que fornecessem informações para confirmar a permanência de Filipe Martins no Brasil em dezembro de 2022. Até agora, as outras empresas ainda não enviaram os dados requeridos.

O passaporte diplomático de Filipe Martins indicava sua entrada nos Estados Unidos em 30 de dezembro de 2022, em Orlando, na Flórida. Entretanto, um boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil do Distrito Federal em 26 de fevereiro de 2021 mostrou que o ex-assessor havia perdido o documento.

Continua após a publicidade

Esses dados contrastam com os registros de geolocalização do celular de Martins, que mostram sua presença no Brasil em 31 de dezembro de 2022. Isso sustenta a argumentação da defesa de que ele não deixou o país com intenção de evitar responsabilidades legais.

"Prisão e indícios frágeis: O ex-assessor de Jair Bolsonaro, Filipe Martins, foi preso em 8 de fevereiro de 2024 durante a operação Tempus Veritatis e permanece detido. A prisão foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, com base no argumento da Polícia Federal (PF) de que Martins estaria foragido e apresentava risco de fuga.

Esse suposto risco foi fundamentado na alegação de que Martins teria viajado para a Flórida em 30 de dezembro de 2022. No entanto, essa viagem nunca foi comprovada pelas autoridades brasileiras ou americanas.

O relatório da PF que cita a possível evasão do país por parte de Filipe Martins 'para se furtar de eventuais responsabilizações penais' está na decisão de Moraes. Leia abaixo o que está no documento, que levanta dúvidas sobre a própria afirmação da PF."

"O nome de Filipe Martins também aparece na lista de passageiros do avião presidencial que viajou para Orlando, EUA, em 30 de dezembro de 2022. Contudo, não há registros de sua saída no controle migratório, levantando a possibilidade de que tenha deixado o país para evitar responsabilidades legais. Devido à incerteza sobre sua localização atual, foi solicitada sua prisão como medida cautelar para garantir a aplicação da lei e prevenir a destruição de provas relevantes para a investigação."

"Adicionalmente, no momento da prisão de Filipe Martins, a Polícia Federal o encontrou no apartamento de sua namorada em Ponta Grossa (PR), localizado a 117 km de Curitiba. Assim, seu paradeiro estava determinado. Atualmente, ele está detido no Complexo Médico Penal de Pinhais (PR), conhecido por abrigar presos da operação Lava Jato."

Da redação Ponto Notícias

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Direito e Justiça
Sobre o blog/coluna
Ver notícias
Palmas, TO
29°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

28° Sensação
4.63km/h Vento
35% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 35° 22°
Qui 36° 21°
Sex 37° 22°
Sáb 37° 22°
Atualizado às 12h04
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,41%
Euro
R$ 5,95 +0,27%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,21%
Bitcoin
R$ 368,057,04 +10,58%
Ibovespa
129,202,51 pts 0.24%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias